Carregando
Página inicial »Humanas » Gestão Ambiental » [ACH0022-3] Sociedade, Meio Ambiente e Cidadania

[ACH0022-3] Sociedade, Meio Ambiente e Cidadania

Ordenar por:    Aula   |   Título   |   Por data (mais novo ao mais antigo)
1 vídeo disponível nesta disciplina

Vídeos

Tal como em períodos subsequentes à “gripe espanhola” (1918), à Primeira Grande Guerra Mundial (1914-1918) e à Segunda Grande Guerra Mundial (1939-1945), não é improvável que depois de “resolvida” a pandemia de COVID-19 (no contexto de eventual descoberta de vacinas eficazes) o consumo global de energia primária (em especial, os combustíveis fósseis) se expanda sobremaneira. Se isto vier a se confirmar, os prognósticos mais pessimistas no que se refere ao enfrentamento das mudanças climáticas (e de seu mais proeminente fenômeno originário, qual seja, o aquecimento global) podem vir a se confirmar, o que causaria aumento na temperatura média da superfície terrestre sensivelmente acima de 2 oC ao final do corrente século XXI (em 2100, no caso). Assim, os objetivos do vigente Acordo de Paris (COP 21, 2015) não lograriam êxito. Consequentemente, há a clara perspectiva, neste hipotético contexto, de que não se atinja a estabilização, em níveis seguros para a concentração de gases do efeito estufa na atmosfera terrestre (por “seguros”, compreenda-se como níveis de concentração de tais gases que não induzam a eventos climáticos extremos, por exemplo). Por outro lado, não é totalmente improvável que a humanidade aprenda algo em prol da sustentabilidade não retórica com a experiência paradigmática decorrente da pandemia. Nesta segunda macro hipótese, o consumismo poderia ser bastante reduzido, assim como o correlato consumo de carvão mineral, petróleo (e seus derivados) e gás natural – o que, em princípio, induzia a êxitos sucessivos em prol da mitigação das mudanças climáticas. É sob a égide de tais considerações que de delineia o conteúdo da Vídeo AULA “Energia, mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável: Interrelações no contexto da pandemia de Covid-19”, cujo objetivo último é ampliar a compreensão dos alunos (e suas capacidades argumentativas) a respeito destes possíveis caminhos de limiares tênues sob o aspecto da manutenção da vida na Terra no contexto da atual pujança e diversidade. Para tanto, os tópicos a serem abordados são os seguintes: (1) A Revolução Industrial e o Aquecimento Global; (2) Ciência, pseudo ciência e negacionismo climático; (3) Capitalismo e impactos das mudanças climáticas; (4) A política climática do governo Bolsonaro; (5) Estratégias para mitigação das mudanças climáticas; (6) Automóveis tradicionais versus automóveis elétrico e a questão do Cobalto; (7) Mudanças climáticas e colapso socioambiental; (8) Há mesmo uma transição energética em curso?; (9) Pandemia de SARS-CoV-2 e mudanças climáticas: Análises para os casos do Brasil e do Mundo; (10) Possíveis consequências das crises climática, econômica e sanitária no contexto de SMC.
1 vídeo disponível nesta disciplina

 

Pró-Reitoria de Graduação
Telefone: +55 11 3091-9942