Carregando

Reabilitação intestinal de indivíduos com intestino neurogênico: manobras de esvaziamento

por Soraia Assad Nasbini Rabeh

Incorporar
Recomendar
Download
     
Gostei (9)

Formatos disponíveis

Assista a esse vídeo em: MP4 (1280 X 720 px) | MP4 (640 X 360 px)

Licença de uso

Sobre a aula

Este vídeo foi fruto de uma dissertação de mestrado da enfermeira Laura Terenciani Campoy, orientado pela Profª Drª Soraia Assad Nasbine Rabeh, intitulado "Reabilitação intestinal de indivíduos com lesão medular: produção de material para intervenção educativa", realizado na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Tem como público-alvo os indivíduos com intestino neurogênico e seus cuidadores, com o objetivo de demonstrar as manobras de esvaziamento intestinal utilizadas na reabilitação de indivíduos com intestino neurogênico.

Disciplina

ERG0307-8 Cuidado Integral ao Adulto e ao Idoso Hospitalizados em Situação Clínica

EMENTA

Saberes Cognitivos:
1-Cuidado integral de enfermagem ao adulto e ao idoso hospitalizados, no processo saúde-doença, por meio da aplicação das etapas do processo de enfermagem - Coleta de dados (entrevista, exame físico), diagnóstico de enfermagem; planejamento; implementação e avaliação, segundo o referencial teórico Wanda Horta (necessidades humanas básicas) utilizando os SLP, NANDA-I, Inc. e NIC.

2-Cuidado de enfermagem nas alterações clínicas (crônicas e agudas) relacionadas às doenças de maior prevalência epidemiológica:
-Alterações Neurológicas (Acidente Vascular Encefálico);
-Alterações Cardiovasculares e Pulmonares (Insuficiência Cardíaca Congestiva; Hipertensão Arterial Sistêmica; Infarto Agudo do Miocárdio; Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica; Pneumonia; Parada Cardiorrespiratória e Ressuscitação cardiopulmonar (Diretrizes do Suporte Básico de Vida);
-Alterações Renais (Doença Renal Crônica);
-Alterações endócrinas (Diabetes Mellitus);
-Alterações Hematológicas (Anemias, Coagulopatias);
-Alterações relacionadas às Doenças Transmissíveis (HIV/AIDS e outras DSTs; Tuberculose; Hepatites Virais; Meningites virais e bacterianas);
-Alterações Gastrointestinais (cirrose hepática).

3-Biossegurança e isolamento aplicado à prática clínica hospitalar:
-precauções padrão;
-precauções baseadas na transmissão (contato, gotícula, aerossol).

4-Intervenções de enfermagem:
-Aspiração de vias aéreas e Controle de vias aéreas artificiais (tubo endotraqueal e traqueostomia):
--Entubação endotraqueal e traqueostomia - definição, indicação e finalidade;
--Aspiração traqueal: rotinas para aspiração, objetivos, indicação, avaliação pré e pós aspiração, passos para os procedimentos da aspiração traqueal, da troca do curativo e da troca do conjunto de traqueostomia, complicações decorrentes do procedimento de aspiração.

-Punção de vaso: amostra de sangue arterial:
--Gasometria arterial: objetivo, indicação, análise dos gases arteriais, parâmetros normais na oxigenação, valores de referência, contraindicação, locais de punção, localização da artéria, teste de Allen, passos para o procedimento da coleta de sangue arterial, complicações, fatores que interferem no resultados, análise dos resultados, registro de enfermagem, resolução COFEN Nº 390/2011, monitorização ácido-básica: acidose respiratória, acidose metabólica, alcalose metabólica e respiratória.

--Cuidados com Lesões: prevenção de complicações em feridas e promoção de sua cicatrização.

5-Aspectos relevantes para os registros de enfermagem em prontuários dos pacientes relacionados aos procedimentos desenvolvidos na prática clínica (entrevista, exame físico, realização de procedimentos de enfermagem, diagnósticos de enfermagem, planejamento, implementação e avaliação do cuidado).

6-Estudos de casos clínicos com a utilização das fases do processo de enfermagem e sistemas de linguagens padronizadas (SLP) e articulação dos conhecimentos oriundos das ciências básicas e conhecimento clínico.

7-Análise de resultados de exames clínicos laboratoriais (hematológico, bioquímico, gasometria arterial e venosa, glicemia entre outros) para compor o raciocínio clínico do processo de enfermagem.

8-Análise dos resultados dos Exames diagnósticos complementares (ECG, Cateterismo Cardíaco, Holter, MAPA, Rx) para compor o raciocínio clínico do processo de enfermagem.


Saberes Procedimentais:
Realização do cuidado integral ao adulto e ao idoso hospitalizados em situação clínica; com enfoque no desenvolvimento do raciocínio clínico e nas etapas do processo de enfermagem, mediante os pressupostos teóricos das necessidades humanas básicas e modelo teórico de Wanda Horta:

1-Aplicação e desenvolvimento das etapas do processo de enfermagem em pacientes hospitalizadas com alterações clínicas (crônicas e agudas): neurológicas (Acidente Vascular Encefálico); cardiovasculares e pulmonares (Insuficiência Cardíaca Congestiva; Hipertensão Arterial Sistêmica; Infarto Agudo do Miocárdio; Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica; Pneumonia; Parada Cardiorrespiratória e Ressuscitação cardiopulmonar (Diretrizes do Suporte Básico de Vida); renais (Doença Renal Crônica); alterações endócrinas (Diabetes Mellitus); hematológicas (Anemias, Coagulopatias); relacionadas às doenças transmissíveis (HIV/AIDS e outras DSTs; Tuberculose; Hepatites Virais; Meningites virais e bacterianas); gastrointestinais (cirrose hepática), decorrentes do quadro clínico da atual internação:

-Coleta de dados: entrevista e exame físico; com complementação de dados secundários da família, cuidadores, equipe da saúde, prontuários entre outras fontes;

-Análise e síntese dos dados coletados para estabelecer os Diagnósticos de Enfermagem prioritários;

-Planejamento do cuidado de enfermagem (estabelecimento dos DE prioritários, metas, objetivos e prescrição de enfermagem; seleção de estratégias para nortear a prescrição de enfermagem: ensino aprendizagem, uso de procedimentos, normas e rotinas)

-Implementação do plano de cuidado de enfermagem;

-Avaliação do alcance dos resultados obtidos com o cuidado de enfermagem;

2-Utilização das taxonomias do diagnóstico, resultados e intervenções de enfermagem para o cuidado;

3-Registro dos dados clínicos do diagnóstico, do planejamento, da implementação e da avaliação dos cuidados de enfermagem desenvolvidos de acordo com os princípios éticos, conhecimentos científicos, e normas para os registros de enfermagem propostas pelo COREn SP;

4-Desenvolvimento de intervenções de enfermagem em laboratórios e em cenários da prática clínica hospitalar:
-Aspiração de vias aéreas e Controle de vias aéreas artificiais (tubo endotraqueal e traqueostomia):
-Punção de vaso: amostra de sangue arterial
-Biossegurança e isolamento baseado nos modos de transmissão;
-Em situação de emergência: parada cardiorrespiratória e obstrução das vias aéreas;
-Aplicação e aprofundamento de outras intervenções relacionadas à higiene e conforto, mobilidade física, terapêuticas medicamentosa e não medicamentosa, nutrição, eliminações, auto cuidado, monitorização dos dados clínicos e laboratoriais.

Saberes Atitudinais:
1-Desenvolvimento de atitude pró ativa para o cuidado de enfermagem aos adultos e aos idosos.

2-Desenvolvimento de habilidades para tomada de decisão em situações clínicas.

3-Identificação e utilização de recursos para a prática segura no cuidado de enfermagem (precauções padrão - higiene das mãos, uso de avental, luvas, máscara e óculos de proteção e precauções baseadas nos modos de transmissão), destino dos resíduos gerados durante o cuidado.

4-Demonstração de atitudes éticas no cuidado de enfermagem e utilizar linguagem clara.

5-Relacionamento interpessoal e profissional na abordagem com o paciente e família.

6-Atitudes para estabelecer vínculos profissionais.

7-Compreensão da função do enfermeiro no planejamento e liderança do cuidado ao paciente.

8-Habilidades e estratégias para prescrever o cuidado de enfermagem.

9-Utilização de técnicas de comunicação verbal e escrita de modo formal, ético e científico no relacionamento com a equipe da saúde, pacientes, família, cuidadores entre outros.

10-Registros de enfermagem de forma a estabelecer continuidade do cuidado, gerar fonte de dados para avaliação do cuidado e para pesquisas.

11-Atitudes profissionais em relação à assiduidade, pontualidade e apresentação pessoal, de acordo com o ambiente hospitalar e de forma segura.

12-Capacidade para o cuidado de enfermagem de forma sistemática, estabelecer prioridades e utilizar os recursos materiais e equipamentos disponíveis.

Método de Ensino:
Estratégias de ensino: aulas expositivas e dialogadas, laboratórios de prática profissional, atividades teórico práticas em cenários hospitalares e discussão de estudos de casos clínicos.

Objetivo

Que o aluno seja capaz de: prestar assistência de enfermagem ao adulto e ao idoso internados em unidades hospitalares, a partir do desenvolvimento das etapas do Processo de Enfermagem: coleta de dados (entrevista e exame físico), diagnóstico de enfermagem (análise dos dados - julgamento clínico e utilização da taxonomia da NANDA-I, Inc.), planejamento (metas, objetivos e prescrições), implementação e avaliação da assistência de enfermagem, à luz do Modelo Conceitual de Horta.

Índice de vídeos da disciplina

  1. Reabilitação intestinal de indivíduos com intestino neurogênico: manobras de esvaziamento
Pró-Reitoria de Graduação
Telefone: +55 11 3091-3290