Carregando
Incorporar
Recomendar
     
Gostei (6)

Formatos disponíveis

Assista a esse vídeo em: MP4 (1280 X 720 px) | MP4 (640 X 360 px)

Licença de uso

Acesso Simples (Azul)
Esta licença permite ao usuário somente assistir ao conteúdo do e-Aulas USP na plataforma, sendo vedada sua cópia e/ou redistribuição. Esta licença não permite o download do vídeo por nenhum usuário.

Sobre a aula

Derivada de frutas cítricas, maçã, maracujá etc, a pectina atua como um agente gelificante na fabricação de geleias de frutas, sendo um ingrediente essencial para a formação do gel durante a elaboração do produto. A pectina é adicionada para compensar uma deficiência no seu conteúdo, naturalmente presente na fruta. Frutas verdes possuem maior quantidade de pectina quando comparadas às maduras. Durante o amadurecimento, a pectina decompõe-se em ácido péctico.

A pectina é um polissacarídeo, constituído por moléculas de ácido galacturônico. Junto com a celulose e hemicelulose, forma o material estrutural da parede celular dos vegetais. O poder gelificante e a viscosidade das soluções de pectina dependem do número de unidades de ácido galacturônico na molécula. Grande parte da pectina comercializada é extraída como subproduto da indústria de frutas cítricas. O albedo e a casca dessas frutas são fontes de pectina e sua quantidade varia segundo o estágio de maturação e cultivar do vegetal. Nas frutas, a pectina é encontrada na forma insolúvel em água, conhecida como protopectina, tornando-se solúvel por meio do aquecimento em meio ácido.
Este vídeo apresenta uma atividade de aula prática para extração de Pectina de albedo de laranja, maracujá e maçã.

Disciplina

ZEA0561-5 Bioquímica dos Alimentos

EMENTA

Introdução à enzimologia. Noções de cinética de reações enzimáticas. Reações enzimáticas em alimentos. Enzimas de importância na indústria de alimentos: proteases, lipases, amilases e pectinases. Transformações bioquímicas pós-colheita em frutas e hortaliças. Transformações bioquímicas em cereais. Transformações bioquímicas em leite e derivados. Estrutura, função e bioquímica muscular. Alterações pós-mortem em pescado. Aulas práticas envolvendo o conteúdo programático.

Objetivo

Estudar as reações de natureza bioquímica catalisadas por enzimas, durante o processamento e estocagem de alimentos. Disciplina de formação profissional específica da Engenharia de Alimentos.

Índice de vídeos da disciplina

  1. BIOQUÍMICA DOS ALIMENTOS - EXTRAÇÃO DE PECTINA
  2. AULA 03 BIA - OXIDOREDUTASES
  3. FRACIONAMENTO E QUANTIFICAÇÃO DAS PROTEÍNAS DO LEITE
  4. AVALIAÇÃO E CONTROLE DO ESCURECIMENTO ENZIMÁTICO EM VEGETAIS
  5. ANÁLISE QUALITATIVA DE CATALASE E PEROXIDASE EM VEGETAIS
  6. ZEA0561- Bioquímica de Alimentos - Bioquímica da carne
Pró-Reitoria de Graduação
Telefone: +55 11 3091-9942