Carregando
Página inicial »Biológicas » Ciências Biológicas

Ciências Biológicas

Há 453 vídeos disponíveis em 60 disciplinas desta profissão
60 disciplinas relacionadas a esta profissão

Disciplinas

Introduzir e trabalhar os conceitos básicos da química biológica referentes às origens da vida e às estruturas e propriedades das biomoléculas.
Como objetivos gerais do conteúdo de Psicofisiologia, apresentado no Curso de Aperfeiçoamento Tópicos em Psicobiologia, espera-se que o aluno possa compreender de forma interativa as bases biológicas do comportamento, em particular dos seres humanos.
1. Compreender a lógica ao utilizar a linguagem R
2. Criar e manipular banco de dados
3. Perfazer análises estatísticas utilizando a linguagem R
A finalidade da disciplina é fornecer conceitos atuais e especializados na área de Fisiologia Pós-Colheita de produtos agrícolas perecíveis; formar pesquisadores com conhecimento básico na área de Fisiologia Pós-Colheita e despertar o interesse dos mesmos para prosseguir com estudos mais detalhados nessa área e desenvolver estudos avançados em Fisiologia pós-colheita.
Subsidiar o aluno na reflexão sobre as necessidades, a complexidade e os desafios da realidade escolar, aproximando-o de referenciais teóricos sobre tal temática. Oportunizar experiências de estágio supervisionado em instituições da educação básica, preferencialmente públicas. Possibilitar a imersão no cotidiano escolar, para o aluno ser capaz de investigar e problematizar: a) a prática docente; b) as modalidades didáticas utilizadas e as novas possibilidades; c) as interações discursivas na sala de aula; d) a situação da escola no contexto das avaliações externas, tanto estaduais como federais. Espera-se que a disciplina contribua na construção da autonomia docente para planejar e executar intervenções educacionais que abordem conteúdos do escopo da Biologia, utilizando estratégias pedagógicas inovadoras, centradas no papel ativo dos alunos, e considerando a inserção de novas tecnologias da informação e comunicação (TICs) no cotidiano escolar e para a pesquisa docente. Paralelo a esse processo de construção da prática docente, a disciplina se propõe a desenvolver a postura do professor pesquisador, a partir da discussão e aplicação de estratégias investigativas no contexto escolar.

Observação:
A disciplina deve ser cursada no 8º semestre do período Integral e no 12º semestre do período Noturno, preferencialmente após a realização das demais 350 horas de estágio obrigatório da licenciatura.
Geral:
Compreender a questão da origem e a diferenciação da diversidade biológica dentro de uma perspectiva histórico-geográfica.

Específico:
Os alunos terão a oportunidade de conhecer a história das soluções dadas para a explicação para a distribuição geográfica das espécies. Serão contrastadas explicações ecológicas e históricas no estudo da distribuição da diversidade biológica ao longo das dimensões espacial e temporal. Para o estudo de longa duração das distribuições, serão apresentados os fundamentos de métodos de reconstrução biogeográfica, fundamentados no princípio de que a distribuição de todas as espécies resultam do processo evolutivo. Serão contrastados os papeis da dispersão e da vicariância como mecanismos de determinação, através do tempo, da distribuição geográfica dos organismos, e necessários para compreensão dos principais métodos de reconstrução biogeográfica. As histórias biogeográficas de táxons ao longo do Mesozoico e do Cenozoico (com ênfase em grupos com ocorrência na América do Sul) serão utilizadas para contextualizar o estudo biogeográfico.
Geral:
Estudar os seguintes grupos de Metazoa: Ambulacraria, Annelida, Bryozoa, Entoprocta, Brachiopoda, Phoronida, Panarthropoda. Serão enfatizados o estudo da morfologia externa e interna, biologia, distribuição geográfica, posicionamento filogenético em Metazoa e sistemática dos grupos.

Específicos:
1. Estudar de modo comparativo a morfologia externa e interna dos anelídeos, artrópodos, lofoforados, hemicordados e equinodermos.
2. Interpretar aspectos específicos da morfologia dos metazoários de modo funcional e em um contexto filogenético.
3. Adquirir fundamentos da sistemática dos táxons estudados: posicionamento de Annelida, Bryozoa, Entoprocta, Brachiopoda, Phoronida, Panarthropoda e Ambulacraria em Bilateria; relações filogenéticas entre as suas principais linhagens; identificação dos táxons principais.
Geral: Fornecer o instrumental para o desenvolvimento de análises filogenéticas; desenvolver e estimular a capacidade de reflexão sobre quais os recursos a serem empregados para efetuar análises, assim como sobre o potencial deste instrumental para apreciação de relações de parentesco entre táxons, biogeografia, evolução molecular e fenotípica. A disciplina proverá a base necessária para atividades fundamentais na prática de estudos filogenéticos, como a construir matrizes de dados e efetuar análises filogenéticas.

Específico: Após a disciplina, o aluno deverá compreender os recursos de cada metodologia de análise cladística, suas limitações e recursos; ser capaz de elaborar matrizes de dados e efetuar análises cladísticas básicas; compreender o procedimento de polarização de caracteres e de enraizamento de árvores; compreender a lógica subjacente da conexão (“ordenação”) entre estados de caracteres e da pesagem dos mesmos; compreender a lógica dos métodos bayesianos e de máxima verossimilhança; conhecer os principais programas de cladísticas e seus recursos fundamentais.
Geral: Capacitar o aluno a reconhecer e diferenciar as principais estruturas morfológicas externas das plantas com semente, com ênfase em características das folhas, flores e frutos e suas variações, aplicando esse conhecimento em áreas que envolvam diversidade vegetal.

Específico:
a) Proporcionar conhecimentos básicos sobre a morfologia externa das plantas com semente
b) Relacionar esses conhecimentos com a evolução de caracteres nas plantas
c) Proporcionar conhecimentos básicos em nomenclatura botânica
d) Capacitar os alunos a reconhecer, usando caracteres morfológicos, os grandes grupos de plantas com sementes (angiospermas e gimnospermas) e algumas famílias botânicas importantes da flora brasileira.
e) Fornecer subsídios para o entendimento da forma de reprodução nas plantas com semente, incluindo a polinização e dispersão.
Introduzir o aluno ao estudo dos ecossistemas aquáticos continentais, fornecendo subsídios que permitirão o desenvolvimento de sua atividade profissional, como professor ou no campo do saneamento básico, ou o prosseguimento de seus estudos como pós-graduando na área de limnologia.
60 disciplinas relacionadas a esta profissão

 

Pró-Reitoria de Graduação
Telefone: +55 11 3091-9942