Carregando
Recomendar
     
Gostei (0)

Licença de uso

Acesso Aberto (Verde)
Esta licença permite ao usuário copiar o conteúdo do e-Aulas USP, porém veta qualquer alteração e/ou sua utilização para fins comerciais ou não educacionais, autorizando seu compartilhamento sob licença com as mesmas características, desde que se atribua crédito aos autores. Esta licença permite o download do vídeo para usuários logados no sistema.

Sobre a aula

Esta é a parte três da aula sobre conceitos fundamentais sobre estatística aplicada às ciências da reabilitação.

Disciplina

MFT5725-5 Pesquisa Clínica: Delineamento e Condução, Processamento de Sinais Biológicos e Tratamento Estatístico

EMENTA

1. Definição de pesquisa científica e a necessidade da originalidade em ciência. 2. Estratégias para o delineamento de uma pesquisa científica; 3. Busca científica e ferramentas para identificar a qualidade de estudos; 4. Importância da randomização para a qualidade científica e métodos de aleatorização; 5. Características, descrição, análise e métodos de acesso ao sinal biológico (EMG, EEG, ECG, cinemática, cinética); 6. Dado bruto e dado processado; 7. Características do sinal biológico e conversão no tempo (sampling theorem, Fourier, dados cíclicos e não cíclicos, técnicas de alisamento e redução); 8. Técnicas avançadas de processamento e análise (variabilidade, coordenação inter e intra-membros, séries temporais, correlação cruzada e análise espectral). 9. Introdução à estatística: conceitos e definições; 10. Tipos de variáveis; 11. Escalas de mensuração; 12. Estágios da análise estatística; 13. Amostragem desenho experimental estatístico; 14. Estatística descritiva; 15. Testes estatísticos inferenciais em pesquisa clínica; 16. Análise crítica de desenhos estatísticos apresentados em pesquisas clínico-científicas;

Objetivo

Instrumentar e capacitar o aluno para planejar, desenhar e conduzir a pesquisa científica desde a sua concepção, baseando-se em preceitos filosóficos e metodológicos condizentes com a pergunta de pesquisa. Capacitar o aluno a buscar e identificar literatura científica de qualidade. Adequar a aquisição de dados e sinais biológicos ao desenho experimental proposto, o que se dá por meio do entendimento da natureza e características do sinal biológico, suas possibilidades de captação e armazenamento, processamento, tratamento e análise. Explorar novas técnicas avançadas de processamento e análise de sinais biológicos. Capacitar o aluno, por meio de visão crítica, a compreender, escolher e aplicar testes estatísticos paramétricos e não-paramétricos durante o delineamento e a redução de resultados de pesquisas clínicas.

Índice de vídeos da disciplina

  1. Noções fundamentais de estatística e bioestatística - Parte 1
  2. Noções fundamentais de estatística e bioestatística - Parte 2
  3. Noções fundamentais de estatística e bioestatística - Parte 3
  4. Noções fundamentais de estatística e bioestatística - Parte 4
Pró-Reitoria de Graduação
Telefone: +55 11 3091-9942