Carregando
Página inicial »Biológicas » Psicologia

Psicologia

Há 101 vídeos disponíveis em 16 disciplinas desta profissão
    1 2
16 disciplinas relacionadas a esta profissão

Disciplinas

Geral: Apresentar as principais contribuições da escola Junguiana, em termos de teoria sobre funcionamento mental e das práticas psicoterápicas que derivam dessas concepções.

Específicos: Ao final da disciplina o aluno deverá:
- Conhecer as condições históricas contextuais e da biografia de Jung que facilitaram a criação da Psicologia Analítica
- Conhecer o percurso da prática Junguiana, partindo do trabalho com experimentos de associação de palavras até o desenvolvimento da técnica terapêutica própria.
- Conhecer práticas terapêuticas utilizadas no campo da saúde mental derivadas da contribuição da Psicologia Analítica.
Geral:
Esta disciplina visa fomentar no estudante, em etapa inicial da graduação em psicologia, uma atitude de abertura diante das pessoas e de seus contextos de vida, a partir do contato com serviços de saúde e de saúde mental. Almeja promover uma compreensão ampliada da atuação profissional na área saúde que considere as múltiplas dimensões envolvidas no processo saúde-doença e a necessidade de um trabalho interdisciplinar. E, assim, estimular a reflexão crítica, a criatividade e o comprometimento necessários para a atuação na área da saúde.

Específicos:
Esta disciplina visa propiciar ao graduando em psicologia a possibilidade de:
- Refletir a respeito do conceito de saúde e das implicações práticas das crenças e valores que estão associados a este conceito.
- Conhecer o contexto da saúde pública;
- Discutir a respeito da atuação do psicólogo nos diferentes níveis de atenção à saúde;
- Refletir acerca do trabalho em equipe;
- Refletir acerca da inserção da saúde mental no território e as contribuições da Psicologia nesse contexto.
Geral:
Aprofundar o conhecimento a respeito das concepções de pessoa que embasam o “fazer em saúde” e sobre os fatores ambientais que propiciam um melhor desenvolvimento emocional, focalizando as relações com a clínica odontológica. Discutir aspectos que podem ser trabalhados na relação profissional-paciente a fim de favorecer o desenvolvimento psicológico de crianças, adolescentes e adultos; Discutir aspectos do desenvolvimento humano e suas aplicações em Odontologia, procurando levantar e discutir problemas ligados ao relacionamento CD-paciente.

Específicos:
Desenvolver a capacidade de analisar as situações clínicas de forma que possa, na prática, atuar de maneira a beneficiar o paciente e a si mesmo. Levar o aluno a refletir sobre as concepções de pessoa que permeiam as práticas em saúde. Levar o aluno a conhecer aspectos do desenvolvimento a partir de uma perspectiva de ciclo vital. Levar o aluno a compreender o padrão atual de contato cirurgião dentista - paciente infantil como inserido dentro de um contexto social geral e fruto de uma evolução histórica. Levar ao aluno informações a respeito do funcionamento da personalidade individual que lhe permitam compreender as diferentes atitudes do paciente, bem como suas reações enquanto profissional. Levar o aluno a adquirir conhecimentos básicos referentes a transtornos psiquiátricos e situações de dificuldades na clinica odontológica. Levar o aluno a conhecer técnicas específicas de manejo na situação de atendimento Odontológico.
Discutir o entendimento do fenômeno rejeição como evento presente nas relações sociais da criança bem como as dinâmicas de grupo de pares envolvidas e implicações para a saúde mental e desenvolvimento social-emocional do indivíduo. Apresentar estratégias para avaliar crianças rejeitadas e suas particularidades. Analisar programas preventivos de treinamento de competência social e outras intervenções bem como discutir estudos de caso ilustrativos
Gerais:
Discutir a análise funcional do comportamento como ferramenta de trabalho derivada da Análise Experimental do Comportamento e suas aplicações em diferentes ambientes de intervenção.

Específicos:
Os alunos deverão, no final da disciplina, ser capazes de:
- Discutir as bases filosóficas que fundamentam a Análise do Comportamento, assim como os princípios teóricos que norteiam a sua ação e as práticas decorrentes.
- Conceituar a contingência de três termos e identificar esse conceito como a ferramenta básica para a intervenção dentro desta perspectiva teórica.
- Analisar situações práticas sob a ótica da Análise do Comportamento Aplicada nos diferentes espaços do fazer do Psicólogo.
- Analisar e definir a multideterminação do comportamento em termos de relações funcionais entre o indivíduo e seu ambiente.
Gerais:
Discutir criticamente os conceitos de ciência, de método científico, conhecimento científico, e das estratégias de coleta de dados (estratégias experimental, observacional e indireta) em Psicologia.

Específicos:
Os alunos deverão, no final da disciplina, ser capazes de:
- Conceituar ciência (e a Psicologia como tal), identificando suas funções, e estabelecer as diferenças entre o conhecimento científico e outras formas de conhecimento.
- Caracterizar a estratégia experimental, definindo-a e especificando as suas particularidades (tipos de delineamento, controle de variáveis, seu uso e suas limitações).
- Caracterizar a estratégia observacional, definindo-a e especificando seus limites em termos de fidedignidade e validade dos dados.
- Caracterizar a estratégia indireta, definindo-a e especificando todas suas particularidades.
- Caracterizar estratégias qualitativas de pesquisa, definindo-a e especificando sua utilização e seus limites.
- Discutir o uso dos diferentes tipos de estratégia em função do problema a ser estudado, estabelecendo limites para cada um e a adequação das estratégias em função da área de pesquisa.
- Problematizar e discutir a prática baseada em evidências na Psicologia.
Capacitar o aluno a:
- aplicar as técnicas e assimilar noções introdutórias relativas à interpretação dos resultados obtidos com as mesmas, considerando os objetivos, o contexto e as variáveis bio-psicossociais do indivíduo no processo de avaliação psicológica.
- conhecer e respeitar as implicações éticas decorrentes do uso destas técnicas.
Este curso visa fornecer conhecimentos mínimos necessários nos áreas de Psicologia, Biologia e Biomedicina para a formação do estudante que se inicia na carreira de pesquisador em Psicobiologia.
–Revisar noções básicas de neuroanatomia funcional, sempre relacionando estrutura e função;
–Aprofundar os conhecimentos em neuroanatomia e neurociências, discutindo dados recentes apresentados na literatura, e que venham complementar a aprofundar as informações ministradas no curso de graduação;
–Discutir o comportamento animal e humano, buscando mecanismos neurais que os embasem, assim como discutir técnicas modernas de tratamento das doenças mentais.
Geral: Através de um enfoque multidisciplinar apresentar de forma interativa as bases biológicas do comportamento, em especial do humano.
Específicos: Os alunos deverão ser capazes de analisar o papel dos determinantes biológicos dos comportamentos motor, alimentar, sexual, emocional e das atividades mentais superiores.
    1 2
16 disciplinas relacionadas a esta profissão

 

Pró-Reitoria de Graduação
Telefone: +55 11 3091-9942