Carregando
Página inicial »Biológicas » Ciências Biológicas

Ciências Biológicas

Há 384 vídeos disponíveis em 83 disciplinas desta profissão
83 disciplinas relacionadas a esta profissão

Disciplinas

1. Compreender a lógica ao utilizar a linguagem R
2. Criar e manipular banco de dados
3. Perfazer análises estatísticas utilizando a linguagem R
Subsidiar o aluno na reflexão sobre as necessidades, a complexidade e os desafios da realidade escolar, aproximando-o de referenciais teóricos sobre tal temática. Oportunizar experiências de estágio supervisionado em instituições da educação básica, preferencialmente públicas. Possibilitar a imersão no cotidiano escolar, para o aluno ser capaz de investigar e problematizar: a) a prática docente; b) as modalidades didáticas utilizadas e as novas possibilidades; c) as interações discursivas na sala de aula; d) a situação da escola no contexto das avaliações externas, tanto estaduais como federais. Espera-se que a disciplina contribua na construção da autonomia docente para planejar e executar intervenções educacionais que abordem conteúdos do escopo da Biologia, utilizando estratégias pedagógicas inovadoras, centradas no papel ativo dos alunos, e considerando a inserção de novas tecnologias da informação e comunicação (TICs) no cotidiano escolar e para a pesquisa docente. Paralelo a esse processo de construção da prática docente, a disciplina se propõe a desenvolver a postura do professor pesquisador, a partir da discussão e aplicação de estratégias investigativas no contexto escolar.

Observação:
A disciplina deve ser cursada no 8º semestre do período Integral e no 12º semestre do período Noturno, preferencialmente após a realização das demais 350 horas de estágio obrigatório da licenciatura.
Capacitar o aluno para a compreensão do princípio de homeostase e conceitos derivados (reostase reativa, reostase programada, alostase) e para a sua aplicação ao estudo de mecanismos e funções nos animais, em conjunto com o contexto evolutivo e o papel da seleção natural no processo de adaptação fisiológica.
Capacitar o aluno a: (a) Conhecer e analisar criticamente diferentes conceitos de saúde; (b) Conhecer diferentes abordagens de educação em saúde; (c) Analisar diferentes materiais que circulam nas instituições de ensino quanto à abordagem de educação em saúde adotada; (d) Compreender a abordagem Ciência-Tecnologia-Sociedade-Ambiente (CTSA) e suas potencialidades na educação em saúde; (e) Analisar questões sócio-científicas (QSC) relacionadas à saúde; (f) Reconhecer as potencialidades de QSC na educação em saúde; (g) Planejar ações educativas com a finalidade de proporcionar a construção de conhecimentos teóricos e práticos em prol da saúde individual e coletiva.
Proporcionar aos alunos uma visão global de conceitos fundamentais da Biologia Molecular, procurando capacitá-lo a compreender os mecanismos moleculares que regem a função celular.
Conduzir o aluno a reconhecer a importância dos microrganismos no meio ambiente e nos agravos à saúde humana; a relacionar os microrganismos entre si e com os demais seres vivos. Despertar o aluno para o papel do profissional de enfermagem na prevenção e controle de doenças infecto-contagiosas. Fornecer noções básicas sobre técnicas de isolamento e identificação de microrganismos e de controle de populações microbianas. Transmitir informações sobre os principais agentes causadores de infecções humanas e seus respectivos mecanismos de controle
Estabelecer o conceito de diversidade biológica, enfatizando o papel da evolução como geradora de diversidade e a diversidade como fonte da evolução. Discutir o papel dos fatores ambientais sobre as variações da biodiversidade em diferentes escalas espaciais e temporais. Promover a integração de conceitos evolutivos fundamentais para o estudo da diversidade e a sua relação com fatores bióticos e abióticos. Fomentar a reflexão sobre o papel do professor em sala de aula mediante a discussão das estratégias usadas na própria disciplina pelo corpo docente. Capacitar o aluno para algumas das abordagens usadas pelos biólogos em pesquisas de campo, fornecendo noções de seus princípios teóricos e fundamentos metodológicos por meio de uma saída a campo. Fundamentar o entendimento do papel do biólogo na sociedade.
O objetivo principal é fazer com que o aluno de Odontologia conheça os aspectos morfológicos e estruturais bacterianos, os nutrientes e fatores necessários para o crescimento bacteriano e seu metabolismo. Também, deverá conhecer a genética bacteriana, os antimicrobianos com seus mecanismos de ação e de resistência bacteriana. Deverá conhecer os métodos de controle de microrganismos por agentes físicos e químicos. Conhecimento do papel que desempenha a microbiota residente na saúde e na doença. Deverá conhecer as características gerais dos virus e fungos, morfologias, e formas de multiplicação e controle dos mesmos. Entenderá como agem os fatores de virulência, patogenia, e formas de transmissão, epidemiologia, controle e diagnóstico dos principais patógenos para ser humano (bactérias, fungos e vírus) na área médica-odontológica. No laboratório, por meio das aulas práticas, o aluno conhecerá os procedimentos utilizados no isolamento, identificação, determinação da susceptibilidade a drogas antimicrobianas e no controle da população bacteriana e fúngica.
Apresentar a diversidade de estruturas morfo-anatômicas das plantas associada aos processos metabólicos que em elas ocorrem, em nível molecular, celular, tecidual e do organismo, ao longo do ciclo de vida.
83 disciplinas relacionadas a esta profissão

 

Pró-Reitoria de Graduação
Telefone: +55 11 3091-9942