Carregando
Página inicial »Humanas » Arquitetura

Arquitetura

Há 229 vídeos disponíveis em 20 disciplinas desta profissão
    1 2
20 disciplinas relacionadas a esta profissão

Disciplinas

Instrumentar o aluno, introduzindo-o nas questões relativas ao projeto de formas geométricas complexas em cascos e cascas (embarcações, abrigos e estruturas leves). Utilizar metodologia de projeto para integrar os conceitos relativos aos espaços internos e externos com o uso da representação dinâmica. Simulações paramétricas associadas às condicionantes e demandas para projetos específicos de embarcações e abrigos. Adequar o programa de projeto às forças do ambiente com a utilização de ensaios de desempenho, equilíbrio e otimização da forma.
Objetivo Geral
Promover reflexão acerca da luz no espaço arquitetônico contemporâneo, nas escalas do edifício e da cidade, mediante o estudo dos conceitos envolvidos e exercícios que levem em conta a iluminação natural e artificial no processo de projeto.
Objetivos Específicos
Fomentar repertório sobre conceitos, estratégias e ferramentas de projeto, com relação ao emprego da iluminação natural e de fontes de luz elétrica na modelagem do espaço arquitetônico. Avaliar a iluminação de edifícios e espaços urbanos (estudos de caso). Desenvolver exercício de projeto de espaço arquitetônico com ênfase em sua iluminação natural e artificial. Redigir monografia ou artigo científico sobre um dos tópicos abordados na disciplina.
O objetivo é o desenvolvimento de projetos de espaços urbanos e de edificações, considerando as questões de conforto ambiental e de eficiência energética tratadas nas disciplinas básicas da sequência de conforto ambiental, por meio de levantamentos de campo e ferramentas de avaliação de desempenho ambiental de espaços urbanos e de edificações.
Compreender as especificidades das atividades do arquiteto e do urbanista no que se refere a sua inserção profissional no mercado de trabalho.
Conhecer as atribuições legais que lhe são concedidas, suas obrigações, deveres e direitos.
Entender seu papel na sociedade no sentido de contribuir para seu desenvolvimento cultural, tecnológico, econômico e social.
OBJETIVOS GERAIS

O curso pretende abordar a produção artística recente das artes plásticas ligadas ao suporte urbano (performances, interferências e instalações) compreendendo o corpo simbólico e a sua dinâmica nos processos de identidade, significação e associação. Daremos embasamento teórico pós-estruturalista da filosofia contemporânea para justificar a abordagem histórica, relacional e espacial.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

• Entender a evolução das artes ligadas à performance nas metrópoles;
• Absorver e vivenciar conceitos ligados ao corpo-performático no espaço urbano se apropriando da cultura e identidade local;
• Discutir as táticas e práticas da performance associada ao suporte urbano com foco na experiência corporal;

• Apresentar artistas, grupos e projetos como referência da prática criativa da performance.
Sensibilizar o aluno quanto a importância do conforto ambiental nos projetos de arquitetura e urbanismo. Estabelecer a importância da ergonomia e dos fatores humanos na concepção, dimensionamento e arranjo do ambiente construído. Utilizar ferramentas de geometria da insolação para projeto e avaliação de edifícios e espaços urbanos.
POSSIBILITAR AO ALUNO A OPORTUNIDADE DE CONTATO MAIS DIRETO COM A PRÁTICA DO PROJETO DE ILUMINAÇÃO.
OBJETIVOS SECUNDÁRIOS
1) DESENVOLVER A PERCEPÇÃO DA LUZ NOS AMBIENTES CONSTRUÍDOS; 2) TRABALHAR COM AS BASES CONCEITUAIS QUE DEVEM ORIENTAR OS PROJETOS DE ILUMINAÇÃO, DE ACORDO COM TENDÊNCIAS E RECOMENDAÇÕES CONTEMPORÂNEAS, AS QUAIS ENFATIZAM A ILUMINAÇÃO ASSOCIADA AO USO RACIONAL DE ENERGIA E À PROMOÇÃO DA SAÚDE; 3) POSSIBILITAR A REALIZAÇÃO DE EXERCÍCIOS DE PROJETO DE ILUMINAÇÃO QUE SE APROXIMEM TANTO QUANTO POSSÍVEL DE UMA SITUAÇÃO REAL, TANTO NA APROPRIAÇÃO DA LUZ DO DIA, COMO NA CONCEPÇÃO DOS SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ELÉTRICA. 4) PROMOVER O ESPÍRITO CRÍTICO, ATRAVÉS DA OBSERVAÇÃO DE CASOS REAIS E DA LEITURA DE TEXTOS DE REFERÊNCIA.
1. CARACTERIZAR AS CONDIÇÕES DE CONFORTO AMBIENTAL URBANO.
2. DESENVOLVER A LEITURA E A REPRESENTAÇÃO DOS FENÔMENOS AMBIENTAIS URBANOS.
3. ESTABELECER AS RELAÇÕES ENTRE OS FENÔMENOS AMBIENTAIS URBANOS E OS PADRÕES DE OCUPAÇÃO DO SOLO, O PROJETO DE ESPAÇOS ABERTOS E DESENHO DA PAISAGEM.
4. DEFINIR A INSTRUMENTAÇÃO E OS PROCEDIMENTOS PARA TRABALHOS DE CAMPO, BEM COMO PARA O TRATAMENTO DE DADOS E A ANÁLISE DOS RESULTADOS.
Desenvolver a representação através da modelagem digital. Modelar os objetos e suas variações formais em ambiente digital, incluindo vistas, perspectivas e renderizações. Propiciar, de modo sistêmico, o desenvolvimento da capacidade de organizar o raciocínio geométrico-espacial do esboço à simulação digital que viabilizam pranchas normatizadas. Modelar parametricamente com propriedade utilizando-se de elementos de composição, proporção e simulação.
(1)introduzir o computador como ferramenta de linguagem gráfica; (2) indicar o papel dos programas gráficos no processo de projeto e; (3) representar elementos de projeto e apresentá-los por meio da computação gráfica.
    1 2
20 disciplinas relacionadas a esta profissão

 

Pró-Reitoria de Graduação
Telefone: +55 11 3091-9942